inicio padres Fortalecimento Financeiro

    Fortalecimento Financeiro


    Pensar em um futuro melhor para os filhos e prepará-los para realizar o que desejam é uma preocupação diária de todo pai ou cuidador. É bem provável que você ofereça ótimos exemplos e os ensinem atitudes e valores positivos, que os façam refletir sobre as escolhas do dia a dia e as consequências para a vida da comunidade e do meio ambiente. Ou ainda, que incentive-os a compartilhar com as outras pessoas e a pensar sobre os motivos das suas próprias decisões (por exemplo, o que comprar, quanto poupar, o que doar para as outras pessoas).

    Com essas pequenas atitudes, você irá ensiná-los e motivá-los a sonhar, planejar e alcançar objetivos, sejam eles materiais ou não materiais. No entanto, alcançar um objetivo exige prática, persistência e paciência! Todos nós precisamos de apoio, sejamos adultos ou crianças.

    O que é fortalecimento financeiro? As crianças estão fortalecidas financeiramente quando apresentam as seguintes competências:

    Conseguem definir metas e, em seguida, fazer escolhas e tomar decisões que as levam a essas metas.
    Diferenciam o que é uma necessidade básica e o que é um desejo.
    Sentem confiança e otimismo em fazer planos para alcançar um objetivo.
    Compreendem como o dinheiro e os recursos se relacionam entre si e qual é o valor do trabalho.
    Estão familiarizadas com os conceitos básicos de economizar, consumir, partilhar, doar e trocar.


  • Alcançar


    Muitas vezes, parte dos planos para alcançar os nossos sonhos envolve economia, poupança, partilha, troca ou doação de dinheiro e de outros recursos.

    POUPAR permite que as pessoas economizem dinheiro para comprar alguma coisa no futuro, porque não têm o dinheiro suficiente para comprar hoje. Esperar pode ser algo muito difícil para as crianças e jovens! Não há problema em dizer que “nem sempre se tem o dinheiro suficiente para comprar coisas de imediato”. Lembre seu filho que é preciso tempo para poupar dinheiro, insistindo com ele sobre esse desafio no dia a dia.

    Poupar também significa economia de energia e de recursos naturais em sua casa e na sua comunidade. Se você desligar as luzes quando sair de casa, priorizar energia limpa, diminuir o consumo de água, verificar se existem vazamentos, reutilizar materiais e reciclá-los, haverá algumas moedas extras no cofrinho todo mês. E, o mais importante, você estará economizando os recursos naturais do planeta e cuidando do meio ambiente!

    COMPRAR significa dar dinheiro para obter algo em troca. O dinheiro faz parte da vida da família. Quando a criança perceber que você está gastando, explique a ela exatamente o que está acontecendo. Aos poucos, ela aprenderá a consumir de forma consciente.
    Compartilhar, trocar e doar objetos, tais como brinquedos, roupas, livros, DVDs, ajuda a economizar, poupar e não gastar dinheiro e recursos da natureza! Talvez essas sejam as estratégias mais valiosas de todas, uma vez que estão pautadas no amor, na amizade e no desejo de ajudar os outros e o meio ambiente.

    Você também pode compartilhar coisas não materiais, como o tempo, o amor ou o que você sabe fazer muito bem! Todas essas coisas têm muita importância para as pessoas, o que significa que elas valem muito, mesmo que não tenham uma etiqueta ou não custam dinheiro. Não faltam coisas boas e que são de graça:
    Contar histórias e piadas.
    Ler um livro da biblioteca.
    Cantar sua música favorita.
    Fazer uma caminhada na natureza.
    Desenhar e pintar.
    Brincar, correr e saltar em praças e parques.
    Dar abraços, beijos e carinho.


  • De onde vem o dinheiro?


    As crianças podem se perguntar de onde vem o dinheiro e por que os adultos trabalham. Você pode explicar:

    Eu vou trabalhar como ________________________ para ganhar dinheiro.
    Algumas das coisas que eu faço no meu trabalho são __________________________.

    Por meio do trabalho, podemos obter dinheiro para gastar em coisas que precisamos e queremos. Além disso, quando trabalhamos, podemos fazer coisas muito importantes para as outras pessoas e para o mundo.

    Parte do dinheiro que eu ganho no trabalho, vou gastar em nossas necessidades básicas – como moradia e comida – e outra parte vou economizar para gastar mais tarde com outras coisas que queremos.

    As nossas necessidades e os nossos desejos fazem parte do nosso orçamento, por isso precisamos prever quanto dinheiro iremos gastar e quanto iremos poupar.

    As crianças também podem ajudar em pequenas tarefas da casa, como separar os resíduos para reciclagem, arrumar a própria cama, zelar pelos próprios brinquedos, regar as plantas, apagar as luzes, economizar água. Essas são pequenas responsabilidades que ajudam a economizar o dinheiro da família.

    Você pode imaginar diferentes coisas nas quais pretende trabalhar quando for um adulto.